Peixelétrico

De Novembro 18, 20:30 até Novembro 19, 02:00
Local: Canto da Ema

O Grupo Musical PEIXELÉTRICO, com 22 anos de carreira, apresenta o seu quarto Álbum: + AMOR. A Banda evoca a saudade das festas de forró, com o Arrasta-pé TAMBOR, e o Baião FORRORINHO, além do Xote BELEZA, que teve participação especial da Cantora Marina Sirabello, mas é na faixa TUDO VAI PASSAR, que a mensagem principal do álbum está sintetizada. Escrita pelo cantor e compositor do grupo, Ricardo Trip, a música faz alusão ao desejo de fim da Pandemia, com todas as pessoas se abraçando e “dançando forró até o sol raiar”, mas também nos leva a pensar no que podemos fazer para viver melhor, com mais amor, união, respeito à Natureza e ao Planeta em que vivemos. Durante o processo de criação, o filho do compositor, Davi, de 10 anos, começou a cantar em casa e assim surgiu a ideia de sua participação na gravação. O encontro entre Pai e Filho, nos convida a refletir sobre a força e poder da música na construção do mundo que tanto sonhamos para as futuras gerações! Gravada em dezembro de 2020, por Bruno Buarque, músico e produtor de artistas como Criolo, Karina Buhr, Barbatuques e João Donato, contou com a colaboração dos amigos Ricardo Prado, na guitarra e do cantor e compositor Meno Del Picchia no Baixo, além da sonoridade dos músicos da Banda, André Brito no triângulo, Luiz Santos na Sanfona, Paulo Henrique Alves na Zabumba e Ricardo Trip no violão. As mulheres e Povos Indígenas ganharam voz através da bela contribuição da cantora, bailarina e ativista Naomy, que faz saudações em línguas de diferentes etnias dos Povos Originários, trazendo a força de um chamado ancestral de agradecimento e cura. O PEIXELÉTRICO surgiu em janeiro de 1999, na Prainha Branca, Guarujá, resultado do encontro de amigos músicos paulistanos e surfistas. Em setembro do mesmo ano subiram a serra e firmaram contratos de residência no Bar Radióla São Luís, e na tradicional casa de Shows “Projeto Equilíbrio”, em Pinheiros. Com um a sonoridade original, que tem como base o Forró Tradicional, com elementos de Capoeira, Reggae, Maracatu, Samba e MPB, a Banda conquistou a simpatia de uma legião de fãs no cenário do “Forró Universitário” e logo recebeu o convite para gravar o primeiro Álbum. O primeiro CD, que leva o nome do grupo, foi lançado pela Gravadora “Abril Music” em 2001, e atingiu a marca de 80 mil cópias vendidas. Com 12 faixas assinadas pelo cantor e Compositor da Banda, as músicas “Felicidade” e “Prainha Branca” foram muito executadas em todo o Brasil, além da canção “Muvióla” que teve a participação da cantora Rita Benneditto, na época Rita Ribeiro. Neste álbum o cantor, compositor e instrumentista Marcelo Jeneci tocava sanfona com a Banda. Em 2002 a Banda foi indicada ao Prêmio Multishow de Música Brasileira como Banda Revelação. O segundo CD, "Realidade ou Ilusão", foi lançado em 2004, e mostrou a possibilidade de se desenvolver um bom trabalho de forma independente. Destaque para o Baião “MODERNINHA”, versão de uma música da cantora baiana MARGARETH MENEZES, e para as músicas MÁGICA e LEVANTE-SE E DANCE. No terceiro CD, intitulado "Ligação", lançado em 2009, a Banda reuniu 10 anos de experiência para criar um disco com uma sonoridade mais elaborada. O CD tem a influência dos diversos estilos como Xote, Baião e Reggae e conta com arranjos de metais junto com sanfona e bateria com zabumba. Com os Forrós OLHA E ONDA e A VIDA QUE SONHAMOS sendo executadas por DJs nas Pistas de dança até hoje. Em 2018 o Peixelétrico Lançou o Clipe da Música “TOCA A BOLA”, composta em Parceria com o Cantor Tato Cruz da Banda FALAMANSA. Em 2019 gravou o Programa “Show Livre”, apresentação ao vivo disponível no Youtube e em todas Plataformas digitais. O grupo gravou duas vezes o Programa Musical “Bem Brasil” da TV Cultura, e se apresentou em importantes palcos como o “Directv Music Hall”, Via Funchal, Estância do Alto da Serra, Virada Cultural Paulista e da Cidade de São Paulo, SESCs Pompéia, Interlagos, Itaquera, São Carlos, Ribeirão Preto e Bertioga, Casas de Forró como Canto da Ema e Remelexo Brasil, festas juninas de diversas cidades, Festivais de Forró como o Nata Forrozeira e Forró na Ilha Bela, e já participou de diversos programas de TV como o “Programa do Jô”, “Programa do Gugu”, “MTV na praia”, entre outros. DISCOGRAFIA 2000. Forró Universitário. Gravadora Paradoxx. 2001. Peixelétrico. Gravadora Abril Music. 2004. Realidade ou Ilusão. Independente. 2009. Ligação. Independente. 2021. + AMOR. Independente. Apoio: Lei Aldir Blanc. .

Horário do show:
➜ Abertura da casa às 20:30 com início do show às 23:00 (por volta de).

Entrada masculina e feminina:

❯❯ Inteira
━ R$ 32,00
❯❯ Meia ━ R$ 16,00

ⓘ INGRESSOS LIMITADOS .
ⓘ Proibida a entrada de menores de 18 anos.
ⓘ Proibida a entrada de pessoas sem o esquema vacinal completo! Obrigatório apresentação da carteira vacinal ou comprovante digital!

ⓘ Obrigatório o uso de máscara dentro do estabelecimento conforme Decreto nº 64.959, de 04/05/2020

+info: 2503-2915

Voltar para o calendario

Onde Estamos

  • Av Brigadeiro Faria Lima, 364
  • São Paulo - SP
  • CEP:05426-200

Contato

Redes sociais